quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Erro só da arbitragem ? (Opinião )


Ontem Vimos um desastre no time são paulino , Nada funcionava , sem criatividade para chegar ao gol do Corinthians , o Muricy começou com Maicon que não fez uma boa partida , e Michel Basto na lateral esquerda onde não foi bem aproveitado e o Bruno ..... Acho que foi umas das suas piores partida , que falta Alvaro Pereira faz.... Alias deixar bem claro que no segundo gol ele nao teve nenhuma culpa , foi um erro grotesco do juizão .


Momento que Ceni não consegue defender o chute de JadsonPrecismos melhorar muito se querem ganhar a libertadores , principalmente na defesa que nao melhoro com a chegada de Dória , uma coisa é certa Cénturion fez falta .

Dois meses e quatro dias separam a derrota por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, do próximo jogo do São Paulo  contra o Corinthians na Copa Libertadores. Até lá, Rogério Ceni espera que sua equipe atinja evolução suficiente para poder encarar o rival de igual para igual, em um duelo que, em sua opinião, será decisivo.
"Precisa, de uma maneira ou outra, dentro da nossa casa, com apoio da nossa torcida, vencer . Mesmo que a gente vá muito bem no decorrer das próximas quatro rodadas, a probabilidade de precisar de um resultado contra o Corinthians no Morumbi, quando começa perdendo assim, é muito grande. A não ser que ganhe quatro jogos em sequência, o que não é muito provável dentro do nosso grupo. Temos algumas quartas-feiras até chegar esse dia", disse o goleiro, após estreia negativa em Itaquera

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

È Hoje!


É inédito o confronto entre Corinthians e São Paulo na Libertadores, que se inicia nesta quarta-feira no Itaquerão. Não é a primeira vez, no entanto, que os times pegam rivais nacionais na competição sul-americana. O histórico das duas equipes mostra um equilíbrio no desempenho das agremiações paulistas diante de outros brasileiros, com leve vantagem para os são-paulinos.
A percepção do torcedor certamente apontaria um Corinthians mais forte diante de adversários do próprio país – vide o título de 2012-, e com maior dificuldade diante de estrangeiros. O São Paulo, por sua vez, passa impressão oposta por conta das seguidas desclassificações recentes para times locais, enquanto se dá bem contra os outros. Mas uma pesquisa mais alongada desfaz esse mito.
Com maior número de participações na Libertadores, o clube tricolor acumula 40 jogos contra times nacionais. Obteve 50,8% dos pontos. Com 22 jogos diante dos rivais do país, os corintianos ganharam 50% dos pontos.
A vantagem são-paulina ocorre no resultado final de jogos eliminatórios ou na fase de grupos. O time do Morumbi classificou-se em nove confrontos com rivais nacionais, e caiu em oito. Em duas vezes, ambos os times passaram e, em outras duas, os dois caíram – claro, em fases de grupos. Só que, depois do título de 2005, a maioria das vezes a equipe não tem tido sorte diante dos rivais do país.
No caso dos corintianos, eles obtiveram classificação em três ocasiões e foram eliminados em outras cinco – outras duas vezes ambos passaram à fase seguinte. Lembre-se que as doídas quedas para o Palmeiras  se deram nos pênaltis. O histórico do time de Parque São Jorge era péssimo até a Libertadores de 2012 quando eliminou Vasco e Santos na mesma edição para ser campeão.
Em resumo, o histórico dos dois rivais na Libertadores mostra o mesmo equilíbrio que provavelmente vai se verificar em campo a partir da noite desta quarta-feira.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Tricolor leva a melhor sobre o Palmeiras e contrata Thiago Mendes


O São Paulo levou a melhor sobre o Palmeiras no Choque-Rei pelo volante Thiago Mendes. O Tricolor conseguiu finalizar as negociações com os representantes do jovem revelado pelo Goiás no início da noite desta quinta-feira. A proposta inicial dos são-paulinos era de três anos de contrato com salários de R$ 150 mil mensais, mas a duração do vínculo será de cinco temporadas.

Durante a tarde, o volante de 22 anos havia despistado sobre o destino para 2015. Thiago passa férias em Santa Catarina e prometeu tomar uma decisão somente quando voltasse a Goiânia. O acordo, no entanto, foi fechado por seus representantes nesta quinta. O Palmeiras, que chegou a ficar à frente do rival na negociação, já sinalizava com desânimo nas últimas horas.

Thiago foi revelado pelo Goiás e começou a ter mais chances na equipe profissional na temporada passada, quando o Esmeraldino chegou à semifinal da Copa do Brasil e namorou uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro. Neste ano, ele passou a ser titular ao lado de Amaral e David em um trio de volantes.

Nas últimas rodadas do Brasileirão, porém, o técnico Ricardo Drubsky passou a utilizá-lo como meia, posição em que se acostumou a jogar nas categorias de base e até tem preferência para atuar. A versatilidade no meio de campo, inclusive, foi um fator que chamou a atenção do técnico Muricy Ramalho.

A diretoria do São Paulo ainda não se pronunciou sobre o atleta. O clube já anunciou as contratações dos laterais Bruno e Carlinhos, que estavam no Fluminense. O zagueiro Breno, que estava preso na Alemanha, já chegou ao Brasil para reforçar o Tricolor

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Aidar confirma Bruno e descarta Conca: 'Fora da realidade do São Paulo'


Em entrevista coletiva no início da noite desta quarta-feira para explicar a polêmica de um contrato de comissionamento com sua namorada, Carlos Miguel Aidar também falou sobre o planejamento para a próxima temporada. O presidente do São Paulo confirmou a contratação de Bruno, ex-jogador do Fluminense
O dirigente do tricolor, por outro lado, descartou, ao menos por enquanto, a chegada de Conca, também do clube carioca. Segundo ele, os salários do atleta estão completamente fora da realidade, o que inviabilizaria a negociação..
"Nosso primeiro grande reforço foi a renovação do goleiro do Rogério. Nós temos hoje o Souza em definitivo, numa operação ocorrida no início de novembro. Renovamos o Hudson por três anos, temos o Breno voltando agora. Contratamos o Bruno (ex-Flu) por dois anos, está fazendo exames médicos", afirmou o cartola, no Morumbi.
"Até onde sei, o salário dele está fora da realidade do futebol brasileiro", completou.
Além de Carlinhos, Bruno e Breno, o São Paulo ainda vai contar com Wesley para a próxima temporada. Ainda no Palmeiras, o jogador assinou com o tricolor, mas a diretoria ainda não pode divulgar oficialmente, já que há uma cláusula de confidencialidade sobre o assunto. Ele será apresentado depois do dia 28 de fevereiro, quando seu contrato termina no alviverde.

Novo patriocinador


O São paulo tem um acordo com a Under Armour no valor de R$176 milhões por cinco anos, As negociações com a empresa americana ,foram tratadas diretamente pelo presidente tricolor Carlos Miguel Aidar,Ele já havia negociado com a Puma , porém deixará de lado , devido ao avanço no acordo com a Under.A tendência é que as camisas do Tricolor feitas pela Under Armour comecem a ser utilizadas somente no Brasileirão de 2015.

Ate lá , o time deverá produzir os próprios uniformes

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

79 anos do renascimento Tricolor

Hoje é dia 16 de dezembro. Há exatos 79 anos, tínhamos um acontecimento que iria interferir na sequência do futebol brasileiro e mundial: nascia, ou melhor, renascia o São Paulo Futebol Clube.

Fundado pela primeira vez em 25 de janeiro de 1930, fruto da junção de antigos dirigentes do Clube Athlético Paulistano e da Associação Athlética das Palmeiras, o São Paulo nasceu forte, comandado em campo pela lenda Arthur Friedenreich.

Nos gramados, tudo foi bem, com o título paulista de 1931 e o vice em 1932, 1933 e 1934, além do segundo lugar também no Torneio Rio-São Paulo de 1933. Fora das quatro linhas, porém, as coisas iam de mal a pior, com muitas disputas internas e a situação cada vez mais insustentável. O resultado foi o encerramento das atividades do clube e sua anexação pelo Clube de Regatas Tietê em maio de 1935.

Com muitos diretores indignados pela decisão, surgiram vários outros clubes na sequência, dispostos a não deixar a alma tricolor desaparecer. Mas foi em 16 de dezembro de 1935 que o retorno do São Paulo Futebol Clube, com mesmo nome, cores, escudo e uniformes foi sacramentado, sob a presidência de Manuel do Carmo Mecca.

A estreia no Campeonato Paulista de 1936 foi com uma vitória por 3x2 sobre a Portuguesa Santista e marcou o início de um período de muita luta. O restante dos anos 30 foi muito difícil, mas serviu de base para uma década de 40 totalmente gloriosa e que consolidou o São Paulo como uma das maiores forças do futebol brasileiro.

Hoje em dia, é muito comum ouvirmos comentários sobre falência, como parte das inúmeras lendas urbanas que existem sobre o Tricolor. Mas, como pode ser facilmente constatado, o São Paulo jamais faliu.


A torcida tricolor tem todos os motivos para comemorar no dia de hoje. Mais do que qualquer coisa, o dia 16 de dezembro é o símbolo da força dessas três cores, que, como uma fênix, tem o poder de renascer das cinzas. Há exatos 79 anos, o São Paulo Futebol Clube voltava para ficar, e para ser muito mais forte que antes. Definitivamente, retornava como um verdadeiro Soberano.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Goiás estipula preço por Thiago Mendes e põe Palmeiras na briga com São Paulo

Se o São Paulo quiser tirar o meia Thiago Mendes do Goiás terá de desembolsar pelo menos 1,8 milhão de euros (cerca de R$ 5,9 milhões). Dessa quantia Sergio Rassi, presidente do Esmeraldino, disse ao  que não abre mão. O valor corresponde aos 40% dos direitos econômicos a que o clube tem direito sobre o jogador, avaliado pela diretoria em 4,5 milhões de euros (cerca de R$ 14,9 milhões). Outros 40% pertencem à empresa Luppi, e 20% à Liga, que também representa o atleta.
Thiago Mendes - Goiás (Foto: Carlos Costa/ LANCE!Press)O valor é um problema para o São Paulo, que o considera alto, mas o fato de o Goiás já aceitar negociar só sua parte representa um avanço. No entanto,  há outro obstáculo para a negociação. Apesar de já ter acordo com os dois investidores que dividem fatias do jogador, restando o acerto com o Goiás, o Tricolor conta agora com a concorrência do rival Palmeiras. Pelo menos foi isso que garantiu o mandatário do clube goiano.
- Não abrimos mão de 1,8 milhões de euros. Esse é o valor mínimo. O São Paulo ainda não nos procurou. Quem fez isso foi o Palmeiras. Conversamos e eles ficaram de fazer uma proposta. Acredito que até semana que vem eles chegarão com valores. E aí vamos ver se aceitamos - afirmou Sergio Rassi, ao LANCE!Net, que também coloca um clube da Ucrânia como interessado no jogador.
- Também nos procuraram e vão fazer proposta - disse.
Na negociação com o São Paulo, tanto a Luppi quanto a Liga aceitaram manter os percentuais sobre o jogador para lucrarem em uma transação futura. Dessa forma, o Tricolor precisa "apenas" chegar a um acordo com o Goiás para concretizar a contratação.
A intenção neste caso é repetir a operação que culminou na vinda do zagueiro Rafael Toloi, em 2012, também do Goiás. O São Paulo comprou apenas 25% do Goiás, por R$ 3,2 milhões, enquanto o Esmeraldino mantém 25% e a Luppi 50% até hoje.
- O valor que estipulamos foi fechado em conselho, não é arbitrariedade minha. E só aceitamos dinheiro. Nada mais - explicou Rassi, dando a entender que desta vez o Goiás não deve aceitar parcelamento dos direitos.
O São Paulo negocia com os representantes de Thiago Mendes há mais de mês. O jogador de 22 anos foi revelado pelo Goiás e se destacou no Campeonato Brasileiro deste ano, atuando nas quatro posições de meio de campo. É comparado a Ramires, do Chelsea (ING), e agradou em cheio ao técnico Muricy Ramalho. As partes esperam uma resolução do imbróglio até semana que vem.

SÃO PAULO X PALMEIRAS

No caso da negociação com Thiago Mendes e acerca das declarações do presidente do Goiás, é bom lembrar que há uma briga nos bastidores entre São Paulo e Palmeiras. Tudo começou quando Carlos Miguel Aidar, presidente do Tricolor, tirou o centroavante Alan Kardec do rival.
A contratação foi concluída em abril deste ano, enquanto Paulo Nobre, presidente do Verdão, tentava renovar o contrato de seu ex-jogador. A situação acabou gerando troca de farpas entre os dirigentes, que cortaram relação.
Na mesma época, o São Paulo costurou acerto com o volante Wesley, que vai reforçar o time em 2015. E, segundo próprias pessoas do Tricolor, a contratação foi fomentada por mais um golpe que Aidar queria dar em Nobre.
Wesley tem contrato com o Palmeiras até o fim de fevereiro do ano que vem e já está na lista de dispensas do clube. Com o acordo com o São Paulo, agora resta saber se o Verdão vai facilitar a liberação dele antes do prazo, para a realização da pré-temporada pelo seu novo clube.

Breno vai receber condicional na semana que vem e terá que voltar ao Brasil

O zagueiro Breno vai dar mais um importante passo para a sua recuperação. O jogador, condenado em 2012 por ter incendiado sua própria casa no ano anterior, terá que deixar a Alemanha na semana que vem, e vai voltar ao Brasil.
Breno (Foto: Sven Hoppe/AFP)Por ter colocado fogo em sua residência, o ex-jogador do São Paulo, que defendeu o Bayern de Munique entre 2010 e 2012, até ser preso, foi condenado a três anos e nove meses de prisão em regime fechado. Porém, por bom comportamento, o tribunal concedeu liberdade condicional. Mas está obrigado a deixar a Alemanha e não voltar por três anos.
Pela relação com o jogador, o São Paulo decidiu ajudá-lo após o crime e firmou um contrato com ele que ainda está em vigência e prevê ajuda de custo. Com o retorno, os termos devem ser revistos.

domingo, 14 de dezembro de 2014

Em baixa, Alvaro Pereira pode deixar Tricolor antes do fim do empréstimo

Alvaro Pereira chegou ao São Paulo em janeiro como uma aposta. Logo se firmou e resolveu o problema da lateral esquerda tricolor, mas no segundo semestre caiu demais. Hoje, não conta com o mesmo prestígio com o técnico Muricy Ramalho e com o vice-presidente de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, e pode deixar o clube antes do término do empréstimo, em junho de 2015.
O River Plate, que venceu a Copa Sul-Americana na semana passada, já está de olho no jogador de 29 anos, cujos direitos econômicos pertencem ao Internazionale de Milão. O uruguaio já tem experiência no futebol da Argentina, onde defendeu Quilmes e Argentinos Juniors.
Um dos principais problemas de Alvaro, na visão dos são-paulinos, é pelo alto número de cartões amarelos que ele recebeu no Campeonato Brasileiro. O defensor foi advertido em 13 das 21 partidas que disputou. Em entrevista à rádio Transamérica, Ataíde Gil Guerreiro demonstrou insatisfação com o comportamento do atleta.
Alvaro Pereira São Paulo (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)- O uruguaio fica suspenso a cada três jogos. Por isso, fomos atrás do Carlinhos – afirmou o dirigente, referindo-se ao lateral-esquerdo contratado pelo São Paulo na última semana.
Entre os companheiros, o relacionamento é ótimo. Alvaro Pereira é visto como um atleta muito trabalhador e que, em determinadas partidas, consegue empolgar os coelgas com seu espírito de luta. O goleiro e capitão Rogério Ceni é um dos mais entusiasmados. Tanto que na partida contra o Huachipato, pela Copa Sul-Americana, deu a tarja de capitão ao defensor, que havia disputado dois amistosos no Oriente Médio com a seleção do Uruguai e não hesitou em seguir direto para o Chile, sem tempo para descansar, para estar à disposição de Muricy Ramalho.
No Chile, um fato chamou a atenção dos companheiros. Alvaro Pereira, em conversa com os atletas que estavam no mesmo andar que ele, disse que sentiria saudades do grupo tricolor. Quando um companheiro rebateu que ainda faltariam alguns meses para o término do empréstimo, ele emendou.
- Vou embora no final do ano.
Questionado sobre o assunto, a diretoria do São Paulo nega qualquer problema e diz que o lateral cumprirá normalmente seu contrato. Os direitos para adquirir o jogador em definitivo estão estipulados em R$ 23 milhões, quantia considerada inviável pelo presidente Carlos Miguel Aidar. Vale lembrar que, além de Carlinhos e Alvaro Pereira, Muricy Ramalho também conta com Reinaldo e com Michel Bastos que, apesar de ser meia, foi utilizado como lateral em algumas partidas

sábado, 13 de dezembro de 2014

Atrás de lateral-direito, São Paulo analisa Sueliton; Muricy indica Bruno

O São Paulo busca reforçar a lateral direita. Com poucas opções, o clube analisa jogadores no futebol brasileiro e no exterior. Entre os que atuam no Brasil, dois são conhecidos: Bruno, do Fluminense, indicado por Muricy Ramalho, e Sueliton, do Atlético-PR, que está sendo analisado pela diretoria.
Bruno (Fluminense) e Suélliton (Atlético-PR) (Foto: Editoria de Arte)Bruno esteve na mira do Tricolor no final de 2011, quando se destacou no Figueirense, pelo Campeonato Brasileiro daquele ano. Só que o Fluminense foi mais rápido e fechou com o atleta por três anos. O vínculo termina em dezembro de 2015. O que pode ajudar o time paulista é que o atleta é empresariado por Eduardo Uram, que tem excelente relacionamento com a diretoria tricolor e chegou a ter seis atletas no elenco tricolor. Hoje, são dois: o volante Maicon e o zagueiro Edson Silva.
Já Sueliton vem sendo observado desde que defendia o Criciúma. Ele atuou pelo Atlético-PR no Campeonato Brasileiro, mas a renovação contratual foi descartada pelo presidente Mário Celso Petraglia. O São Paulo busca informações sobre o comportamento do jogador fora de campo. A negociação seria fácil, já que os direitos pertencem ao empresário Cesar Botega, que já foi procurado pelo gerente de futebol do Tricolor, Gustavo Vieira de Oliveira.
Há tempos, a lateral direita causa problemas no São Paulo. Na atual temporada, Luis Ricardo foi contratado, não vingou e será emprestado. O garoto Auro é considero um atleta de muito potencial, mas que ainda precisa amadurecer para virar titular. Tanto que o volante Hudson, de maneira improvisada, se tornou dono da posição.
De olho na temporada 2015, o São Paulo já fechou com o lateral-esquerdo Carlinhos, ex-Fluminense. Além de um ala direito, o clube ainda busca um meia e um atacante que atue pelas pontas, já que Osvaldo deve ser negociado. Embora a diretoria negue, o volante Wesley, que está de saída do Palmeiras, pode fechar a qualquer moment

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

São Paulo sonda Conca para realizar sonho de Muricy; alto salário atrapalha

Conca treino Fluminense (Foto: Fernando Cazaes / Photocamera)Kaká foi para o Orlando City e Muricy Ramalho sonha com um velho conhecido para ser o companheiro de Paulo Henrique Ganso no meio-campo do São Paulo em 2015: Dario Conca. O treinador e o argentino foram campeões brasileiros em 2010, com o Fluminense. A negociação, porém,  é complicada por conta do alto salário do jogador no time carioca (R$ 750 mil mensais). Mas o Tricolor observa atentamente os acontecimentos no clube das Laranjeiras, que perdeu seu principal patrocinador. A Unimed era responsável pelo pagamento dos direitos de imagem de suas principais estrelas, agora com futuro indefinido.
Pessoas ligadas ao clube do Morumbi disseram que o jogador interessa, desde que aceite reduzir as pretensões salariais. Hoje, somente dois atletas recebem vencimentos perto de R$ 500 mil mensais: Rogério Ceni e Luis Fabiano. Alexandre Pato, emprestado pelo Corinthians, ganha R$ 400 mil mensais. Conca teria de se enquadrar nessa realidade.
Essa não é a primeira vez que o clube se interessa por Conca, de 31 anos. Quando ele ainda atuava no River Plate (ARG), o São Paulo foi atrás e os argentinos pediram US$ 250 mil pelo empréstimo (R$ 600 mil reais). O clube não quis pagar e ele foi para o Vasco em 2007. Na sequência, não houve acordo para que ele permanecesse em São Januário. O São Paulo novamente se interessou, fez uma proposta, mas, na "hora H", o presidente Juvenal Juvêncio resolveu ligar para alguns técnicos amigos para escutar referências do gringo. E Cuca, que hoje trabalha no futebol chinês, disse que o jogador não valia o investimento. O Tricolor desistiu.
O advogado do jogador, Marcos Motta, disse que, apesar de tudo que está acontecendo no Fluminense, o jogador pretende cumprir seu contrato.
- Ele tem vínculo até janeiro de 2017 - afirmou o advogado.
O que pode mudar a situação é que, apesar de oficialmente ter garantido que honrará os pagamentos dos direitos de imagem dos contratos existentes, Celso Barros, presidente da Unimed, notificará os atletas que não será mais o responsável. É do interesse dele que Conca se transfira, afinal ficaria livre de pagar R$ 12 milhões, valor que o atleta teria direito a receber até o final do seu vínculo. E o Fluminense, sozinho, não tem como arcar com o montante. 
De olho na temporada 2015, o São Paulo já fechou com o lateral-esquerdo Carlinhos, ex-Flu. O clube ainda busca um lateral-direito, um meia e um atacante que atue pelas pontas, já que Osvaldo deve ser negociado. E, embora a diretoria negue, Wesley, que está de saída do Palmeiras, pode fechar a qualquer momento.

Wesley nega pré-contrato com o São Paulo e se irrita com jornalistas

Destaque do jogo beneficente promovido pelo ex-jogador Narciso, na noite desta quinta-feira, em Barueri, com três gols marcados mesmo sob forte chuva (o jogo terminou 5 a 4 para o time de Narciso), o volante Wesley se irritou com jornalistas após a partida, ao ser questionado sobre seu futuro.
Wesley e Ganso; amistoso beneficente (Foto: Reprodução SporTV)O jogador, que tem contrato até fevereiro com o Palmeiras, respondeu de forma brusca às perguntas sobre um suposto acerto com o rival São Paulo.
- Tenho contrato até fevereiro, os profissionais é que vão decidir - disse Wesley.
Questionado se tem algo acertado com o São Paulo, respondeu: "Não". Diante da insistência, disparou:
- A imprensa coloca o que quer. Só quero ser feliz - disse, na saída de campo.
Depois, de banho tomado e mais calmo, Wesley retomou o assunto:
- Pode existir o interesse entre São Paulo e ele (meu empresário). Sempre fiquei focado no Palmeiras e tenho contrato com o Palmeiras - disse o volante.

- Eu sou um cara feliz. Não sei qual é o planejamento do Palmeiras, mas minha intenção é sempre de ficar. Se não tiver um acordo de ambas as partes fica mais complicado, mas vamos ver o que os profissionais vão resolver - emendou o jogador, acrescentando ainda que "com certeza" há clima para continuar no Palmeiras.
A saída de Wesley, porém, é dada como certa no Verdão. O presidente Paulo Nobre diz ter tentado várias vezes a renovação contratual com o jogador, sem sucesso. O clima de Wesley com a torcida alviverde não é nada bom: ao ser substituído por Cristaldo no empate por 1 a 1 com o Atlético-PR, no último domingo, o atleta foi xingado pelos torcedores que estavam no estádio palmeirense. 

domingo, 20 de julho de 2014

Pacotão do São Paulo: Kardec perde gol feito, zaga falha e Pato é vaiado

O São Paulo teve 68% de posse de bola e trocou 508 passes (50 errados). A Chapecoense passou 191 vezes (33 erros), mas teve 47 desarmes contra 12 do Tricolor. Marcando forte, e jogando "por uma bola", o time catarinense surpreendeu a equipe de Muricy e venceu por a 1 a 0, na noite deste sábado, no Morumbi, diante de 43 mil pessoas.
Alan Kardec teve excelente chance para marcar no início do segundo tempo, mas parou no goleiro Danilo. Pouco depois, a Chapecoense aproveitou um buraco deixado por Rodrigo Caio para chegar ao gol, com Ricardo Conceição. Na tentativa de empatar e virar o jogo, Muricy colocou Pato no lugar de Ademilson - a torcida vaiou.
Confira um resumo da partida:

AMARELO BOBO
 
Sabe o cartão amarelo bobo que Thiago Silva levou contra a Colômbia, deixando-o fora do jogo contra a Alemanha nas semifinais da Copa do Mundo? Rodrigo Caio tomou um idêntico. O zagueiro tricolor atrapalhou a saída de bola do goleiro Danilo e foi advertido pelo árbitro.


VERMELHO?
 
Rodrigo Caio, que já tinha cartão amarelo, ajeitou uma bola com o braço direito. Para o ex-zagueiro William, comentarista do SporTV, ele poderia ter recebido o segundo amarelo - ou seja, seria expulso, logo aos 17 minutos de jogo. O curioso é que o árbitro paranaense Felipe Gomes da Silva levou alguns segundos para dar a falta - teria apitado no grito?
CHANCE
 
A primeira grande chance de gol demorou a sair - veio só aos 33 minutos. Douglas cruzou de pé esquerdo para a grande área para Ganso, que subiu sozinho e desviou de cabeça - para fora. Jogadores da Chapecoense reclamaram de impedimento, sem razão - a posição do meia era boa.

PASSES E MAIS PASSES
 
O São Paulo trocou passes a exaustão, esperando para tentar furar a boa defesa da Chapecoense. No começo do segundo tempo, empolgada com essa estratégia, a torcida chegou a gritar olé. No total, o Tricolor teve 68% de posse de bola e trocou 508 passes (50 errados). A Chapecoense passou bem menos - 191 vezes (33 erros) -, mas saiu com a vitória. 
AH, KARDEC...
 
Aos 5 do segundo tempo, Alan Kardec teve ótima chance para fazer seu primeiro gol no Morumbi. O atacante recebeu de Osvaldo, em posição legal, e ficou cara a cara com o goleiro Danilo. Mas errou o chute.



VACILO
 
Quem acabou abrindo o placar foi a Chapecoense. Com Bruno Rangel saindo da área e levando a marcação de Rodrigo Caio, Dedé lançou no buraco da zaga para Ricardo Conceição aparecer de surpresa e tocar na saída de Rogério Ceni. Douglas não chegou a tempo na cobertura de Rodrigo Caio.

ISSO É FALTA!
 
Aos 29 minutos, um lance inusitado: o goleiro Danilo saiu tanto de sua meta para tentar um cruzamento que... acabou indo além dos limites da área. Falta clara, que acabou sendo ignorada pelo árbitro Felipe Gomes da Silva.



VAIAS

 
Na tentativa de ganhar o jogo, Muricy mexeu no time - aos 31, colocou Alexandre Pato no lugar de Ademilson. A torcida vaiou.

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Luis Fabiano elogia ataque tricolor e mira clássico contra o Palmeiras

Muito criticado no ano passado, o ataque do São Paulo começa 2014 respondendo à altura. Nas três primeiras partidas do Campeonato Paulista disputadas no Morumbi, o Tricolor marcou nada menos que 12 gols, seis deles na goleada sobre o Rio Claro, nesta quarta-feira, pela quarta rodada.

– Está sendo perfeito. Precisamos continuar assim. Esperamos que essa média continue assim – afirmou o centroavante Luis Fabiano, autor de três diante do Galo Azul.  O rendimento ofensivo foi decisivo para o Tricolor reagir depois da derrota para o Bragantino, na estreia, em Bragança Paulista. Jogando em casa, os são-paulinos bateram Mogi Mirim (4 a 0), Oeste (2 a 1) e Rio Claro (6 a 3). 

A meta agora é seguir em alta diante dos adversários mais poderosos do estado. No domingo, o São Paulo faz o clássico contra o Palmeiras, às 17h, no Pacaembu. O Verdão vendeu os três jogos que disputou.

– Em um jogo como um clássico, o time vai precisar dos atacantes. Nesses jogos é que precisamos fazer gols – completou o Fabuloso.
Luis Fabiano São Paulo x Rio Claro (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

São Paulo acerta com Souza e espera acordo entre Rhodolfo e Grêmio


Rhodolfo Souza Grêmio  (Foto: Tomás Hammes / GLOBOESPORTE.COM)

Depois de mais de dois meses de negociações, São Paulo e Grêmio estão próximos de concretizar a troca de Rhodolfo por Souza. Os clubes aguardam apenas o acerto salarial entre o zagueiro e o clube gaúcho para confirmar o negócio. O volante já é esperado na capital paulista nos próximos dias para realizar exames médicos e assinar contrato.

Para contratar Souza, peça-chave para reforçar um dos setores carentes do elenco, o São Paulo repassou ao Grêmio os 50% dos direitos que tinha de Rhodolfo mais uma quantia em dinheiro. O clube também pagará um valor ao Atlético-PR, dono da outra metade. 
O Tricolor paulista ficará com os mesmos 50% do volante. O restante pertence ao Porto, de Portugal, e ao empresário Carlos Leite. 
A expectativa é de que a transação seja oficializada até sexta-feira. Tudo depende agora do acerto salarial de Rhodolfo com o Grêmio. O jogador está emprestado aos gaúchos desde o meio da temporada passada, mas pediu um aumento para permanecer. 
São Paulo e Grêmio conversam desde o ano passado. O negócio se arrastou por algumas semanas em virtude de os atletas terem os direitos fatiados. Além disso, os paulistas tinham a opção de negociar Rhodolfo com o futebol internacional caso recebesse uma boa oferta.
O Galatasaray chegou a ser cotado como o destino do defensor, mas o interesse do São Paulo em Souza freou as negociações. O jogador chega ao Morumbi para ser titular na vaga de Wellington, em má fase desde a temporada passada.
Já Rhodolfo, bastante elogiado no Sul pelo desempenho no  último Campeonato Brasileiro, é uma das apostas do Grêmio para a disputa da Taça Libertadores.

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

São Paulo busca a trinca no Morumbi contra o Rio Claro

Depois de assustar a torcida com uma estreia ruim diante do Bragantino, o São Paulo tem nesta quarta-feira a chance de chegar à terceira vitória consecutiva no Campeonato Paulista, a terceira seguida no Morumbi. O adversário é o Rio Claro, a partir das 22h.  
Grupo São Paulo treino jogadores São Paulo Muricy (Foto: Miguel Schincariol / saopaulofc.net)
Os triunfos sobre Mogi Mirim (4 a 0) e Oeste (2 a 1) minimizaram a desconfiança dos torcedores e permitiram que o técnico Muricy Ramalho começasse a encontrar uma cara para o time. O Tricolor assumiu também a liderança do Grupo A, com seis pontos, e não deve ter problemas para ficar com uma das duas vagas. 

O Rio Claro começou o Paulistão dando a impressão de que poderia ser uma das surpresas do interior. Mas, após a derrota na última rodada em casa para o Penapolense, a euforia causada pelos bons resultados nas duas primeiras rodadas se transformou em preocupação. O Galo Azul caiu para a lanterna do Grupo D, com quatro pontos, e precisa reagir diante de um dos favoritos ao título.

Luiz Vanderlei Martinucho apita a partida. Mauro André de Freitas e Samuel Augusto Vieira Paião são os assistentes. A TV Globo transmite a partida para Santos e região. 
HEADER escalacoes 690 (Foto: Infoesporte)

São Paulo: Muricy Ramalho fez apenas uma modificação na equipe. O goleiro Rogério Ceni está recuperado de dores no joelho direito e volta no lugar de Denis. O time segue atuando no esquema 4-3-3. A formação é a seguinte: Rogério Ceni, Luis Ricardo, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Alvaro Pereira; Wellington, Maicon e Ganso; Ademilson, Luis Fabiano e Osvaldo.
Rio Claro: a única alteração será a entrada do meia Rafael Costa, que se recuperou de contusão muscular, no lugar de Thiago Cristian, suspenso. O Técnico Fahel Júnior deve manter a equipe no 4-4-2 com Cleber Alves; Henrique Choco, Marcos Vinicius, Alex Bruno e Anderson Luís; Rodrigo Celeste, Samuel, Léo Costa e Rafael Costa; Robson e Alex Afonso.
HEADER quem esta fora 690 (Foto: Infoesporte)


São Paulo: os volantes Denilson (trauma na perna direita) e Fabrício (contratura na panturrilha esquerda), o meia Lucas Evangelista (entorse no tornozelo esquerdo) e o zagueiro Rafael Toloi (virose) não foram relacionados.

Rio Claro: o meia Thiago Cristian, expulso na última partida contra o Penapolense, e o zagueiro Marllon, que segue fora com problemas musculares, não enfrentam o Tricolor no Morumbi..
HEADER ultimo confronto 690 (Foto: Infoesporte)


 
São Paulo e Rio Claro se enfrentaram pela última vez no dia 23 de janeiro de 2010, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista. O Tricolor venceu por 3 a 0, com gols de Hernanes, Washington e Rogério Ceni. Na ocasião, o time da capital era dirigido por Ricardo Gomes.